Nos termos dos Estatutos, a ANAMM está estruturada através dos seguintes órgãos:

1. CONGRESSO - órgão máximo da associação e com competência de tomar decisões estratégicas do desenvolvimento e funcionamento regular da associação;

2. CONSELHO NACIONAL - que funciona no intervalo entre os congressos;

3. CONSELHO DIRECTIVO - constituído por um Presidente, 3 Vice-presidentes e o Secretário-geral. O Conselho Directivo é o órgão executivo que responde pelo funcionamento efectivo da associação.

4. CONSELHO FISCAL - com funções fiscalizadoras sobre o cumprimento dos estatutos e execução dos programas da associação.

O mandato de todos estes órgãos é de cinco anos renováveis somente uma vez.

A NOSSA VISÃO

Poder Local cada vez mais forte, cooperativo, solidário, actuante e com uma governação inclusiva, transparente, eficaz e participativa

 

A NOSSA MISSÃO

Defender os interesses e direitos das autarquias perante o Governo, parceiros de desenvolvimento e demais actores que intervêm na arena municipal

 

OS NOSSOS VALORES

  • Legalidade em todos os actos e práticas dos eleitos e agentes autárquicos;
  • A cultura de prestação de contas, transparência e integridade;
  • Cooperação e solidariedade entre os autarcas e entre estes e todos os seus parceiros de desenvolvimento;
  • Governação participativa e inclusiva,
  • Melhor servir.

A ANAMM tem os seguintes objectivos específicos:

  • Realização de estudos e projectos sobre assuntos relevantes para o poder autárquico;
  • Desenvolvimento de acções de Lobby e advocacia junto do Governo e dos parceiros de cooperação para o reforço da capacidade institucional dos seus membros;
  • Criação e manutenção de serviços de consultoria e assessoria técnico-jurídica destinada aos seus membros;
  • Desenvolvimento de acções de informação aos munícipes e de aperfeiçoamento profissional do pessoal da Administração Local;
  • Troca de experiências e informações de natureza técnico-jurídica destinada aos membros,
  • Apresentação de propostas de acções de parceria com órgãos de soberania com vista à produção de legislação.

As primeiras ideias para a criação da ANAMM datam de 1998 e no mesmo ano foi rubricada a primeira “Declaração de intenções”, aos 23 de Outubro, na Cidade da Matola.
Na mesma data foi criada a Comissão Instaladora composta por um Presidente (Matola), um Vice-Presidente (Nampula) e um Secretário (Beira).

Em 2004, na Cidade de Quelimane, realizou-se o Congresso Constitutivo da Associação, acto que marcou a absolvição da Comissão instaladora e a eleição dos Corpos Sociais da nova Associação que viriam a tomar posse em Março de 2005, altura em que foram, igualmente, aprovados os Estatutos da Associação.

FINS
A ANAMM tem como fins gerais, promover e defender os interesses das autarquias locais, fomentar a cooperação inter-municipal e representar as autarquias locais junto das instituições nacionais, regionais e internacionais.

Pág. 2 de 2
Receba nosso Boletim Informativo mensalmente
Please wait